Apenas 46% do esgoto produzido no país é coletado e hidratado

Image

A alternativa para o problema se encaixa em tratamento de esgotos com plantas, porém menos da metade do esgoto produzido no país é coletado e hidratado.

O esgoto sanitários é constituído por 99,9% de águe e possui impurezas que impedem o seu uso como sucedâneo da água natural, sendo a matéria orgânica em decomposição a principal responsável por suas características indesejáveis.

Em relação saneamento no Brasil, apenas 52% do esgoto produzido é coletado e 46% é coletado e hidratado, sendo menos da metade do esgoto produzido no país.

A situação necessita promover o desenvolvimento de tecnologias que permitam melhorar a qualidade dos efluentes e que, ao mesmo tempo, sejam adequados a situação socioeconômica do país.

A alternativa para o problema, se encaixa o tratamento de esgotos com plantas. O tratamento se consiste em aplicar o esgoto em uma região preenchida com o substrato e vegetado por plantas, onde o esgoto passa através do sistema radicular, no meio do substrato sendo tratado e após coletado.

As plantas aquáticas possuem a capacidade para tratamento, sejam elas submersa livres, emergente, submersa ancorada, flutuante, de talude e marginal.

Quer acessar o conteúdo completo?

Assista em nosso canal do youtube: Tratamento de resíduos liquídos

Fonte: Biomassa BR

Gostou do Conteúdo, Cadastre-se já e receba todas as notícias de BiomassaBR no seu email cadastrado

Compartilhe esta noticia: