O maior Portal de Negócios e Notícias do setor de Biomassa e Energias Renovaveis do Brasil e Mercosul

Selecione seu idioma:
Portugues
English
Spanish
Italian
Deutsch
French

- Empresa CALDEMA, finaliza o ano com ações sociais       - Portucel investe 89 milhões em fábrica de pellets nos EUA       - Usinas de biomassa discutem cenários de energia elétrica para 2015       - Etanol Brasileiro ganha oportunidade no mercado Europeu       - Biocombustível produzido a partir de tabaco será testado em 2015 na África      

Notícias e Negócios do setor de Biomassa e Energias Renovaveis


Matéria prima abundante e domínio da cadeia produtiva são vantagens da indústria florestal - Portal Biomassa BR

Biomassa de madeira ganha espaço


Matéria prima abundante e domínio da cadeia produtiva são vantagens da indústria florestal

Matéria prima abundante e domínio da cadeia produtiva: essas são as grandes vantagens da indústria florestal em um mercado que tem terreno fértil para prosperar nos próximos anos, o de bioenergia. A avaliação é do diretor Florestal da Divisão América Latina da Stora Enso Brasil, João Fernando Borges, na palestra “Indústria Florestal e Bioenergia”, realizada na tarde de hoje no XVI Seminário de Sistemas de Colheita de Madeira e Transporte Florestal, no segundo dia da II Semana Florestal Brasileira, em Campinas.

“A biomassa de madeira vem ganhando importância como uma fonte de energia renovável. Por mais que também implique em combustão de carbono e emissões de gases, representa sequestro de CO2. E sua utilização está na base dos processos de produção da indústria florestal, ou seja, colheita e logística utilizadas na indústria de produtos de madeira, de celulose e papel ou energia”, comenta.

Borges diz que, no Brasil, muitas fábricas de celulose já não dependem 100% da energia da rede e até vendem o excedente. “A produção de celulose ainda é o seu negócio, mas em algumas a venda de energia já tem peso significativo. No futuro, estima-se dentro de 10 a 20 anos, a geração de energia será mais da metade da receita dessas indústrias”, conta o diretor da Stora Enso.

A fase atual é de aperfeiçoamento de tecnologias e de parcerias científicas e comerciais, segundo Borges – caso da Stora Enso em seu parque de fábricas na Europa. “A empresa florestal tem o know how relacionado à matéria prima e outros segmentos fazem o processamento da biomassa, para produzir biodiesel ou bioenergia. A distribuição já não é o nosso negócio, por isso esse tipo de aliança é importante para cobrir toda a cadeia”, comenta.

O diretor fala ainda sobre a permanente evolução dos métodos de produção. “A gaseificação da madeira é um processo antigo, de antes da Segunda Guerra Mundial. Foi sendo aperfeiçoado para se tornar mais limpo, ambientalmente adequado e viável economicamente em larga escala”.


Fonte: Interact Comunicação

comentar este link: http://www.biomassabr.com/bio/resultadonoticias.asp?id=245



Etanol

Etanol Brasileiro ganha oportunidade no mercado Europeu


Biocombustível

Biocombustível produzido a partir de tabaco será testado em 2015 na África


Especial; "Empresas e Soluções"

Transmissor de pressão MBS 1250 da Danfoss reduz consumo de combustível


Sustentabilidade

Projeto Sustentável criado pela UTZ Certified será implantado no Brasil


   + Anuário Biomassa
   + Assessoria Ambiental
   + Associações
   + Bagaço Cana-de-Açucar
   + Biogás
   + Biomassa
   + Biomassa Madeiras
   + Biomassa soja
   + Briquetes
   + Carvão Ecológico | Lenha Ecológica
   + Cavacos
   + Compostagem
   + Energias Renováveis
   + Faculdades | Cursos
   + Feiras | Eventos
   + Importadores
   + Infraestrutura
   + Jornal Biomassa
   + Lixo Urbano
   + Logística
   + Máquinas e Equipamentos
   + Máquinas para Serraria
   + Mini Usina | Usina de Biodiesel
   + Ofertas de Emprego
   + Péletes
   + Pellets
   + Pellets de Bagaço de Cana-de-Açucar
   + Preservativos da Madeira
   + Prestadores de Serviços
   + Reciclagem Animal
   + Reflorestamento
   + Resíduos
   + Revista Biomassa
   + Secadores de Biomassa
   + Sistemas e Equipamentos de Segurança
   + Sorgo
   + Trituradores
   + Usinas de Biomassa
   + Wood-Chips Energético